jul 24

Especialistas dão as dicas de como lavar e cuidar das roupas com tecidos finos

Os preparativos para uma festa de casamento ou formatura geralmente começam com meses de antecedência. Entre os convidados, a principal preocupação está nas roupas. Cada um quer aparecer com um vestido ou terno impecável e fazer o maior sucesso na festa.

Mas para que você não tenha problemas com as suas roupas nos momentos mais especiais, alguns cuidados devem ser tomados na hora de lavar essas peças. 

O proprietário de uma lavanderia de Juiz de Fora, Mauro Lúcio Cariato, acredita que roupas especiais devem receber tratamento especial, já que existem alguns produtos específicos que não são indicados para uso doméstico. “Alguns tecidos devem ser lavados à seco. Nesse tipo de lavagem, nós usamos solventes químicos, diferente do processo de lavagem à água, em que usamos apenas água e detergente”, explica.

Ainda de acordo com Mauro, a lavagem à seco pode provocar menos danos às fibras dos tecidos e a pessoa corre menos riscos de ter a roupa desbotada. Segundo outro profissional da área de lavanderia, Marcelo Martins, a lavagem à seco deve ser realizada por uma pessoa que conheça todas as técnicas, já que o uso errado pode acabar estragando a roupa.

Mas se você não tem como fazer a lavagem à seco, a dica é lavar roupas finas apenas com água e sabão neutro. Tecidos como seda, cetim, musseline e gabardine não devem ser lavados na máquina de lavar, principalmente na função de centrifugação. A roupa não deve ser torcida e a secagem deve acontecer de forma natural, à sombra, para evitar qualquer tipo de marcas ou deformações no tecido.

Para os casos de vestidos com forro em tecido diferente da parte de fora, a orientação é lavar de forma separada. Se o forro for removível, fica mais fácil dar o tratamento mais adequado a cada tipo de tecido. Mas como geralmente os forros já vêm costurados nas peças, como é o caso do vestido de linho com forro de cetim, o importante é tomar cuidado para que na hora da lavagem, os dois tecidos não entrem em contato, pois alguns têm mais facilidade em soltar a tinta. 

         

 

Tratamento diferenciado

Além dos tecidos finos, roupas com outros materiais deve ter cuidados especiais na hora da lavagem. É o caso do couro, por exemplo. Diferente dos tecidos comuns, o couro deve ser lavado com uma esponja úmida e sabão neutro. A retirada do excesso de sabão pode ser feita com um pano.

Algumas vezes é interessante hidratar a o couro para evitar o ressecamento. Neste caso, se você não dispõe de um hidratante especial próprio, anote a dica de Marcelo: o hidratante corporal comum também pode ser usado em peças de couro, seja ele legítimo ou sintético.

Roupas de algodão, linho e poliéster são as que mais soltam tinta. Por isso, a lavagem separada deve ser um cuidado a mais se você não quiser ver suas roupas manchadas.

“As pessoas têm o costume de separar apenas as cores como o vermelho. Mas o verde claro e o azul céu, por exemplo, também são cores que soltam muita tinta e devem ser lavadas separadamente”, revela Marcelo.

Para os moletons pretos, a dica é utilizar sabão de coco ou usar pouco sabão em pó, para evitar o desgaste. É importante também não bater esse tipo de roupa na máquina de lavar. Já as roupas brancas podem receber uma pequena quantidade de água sanitária, junto com a água e o sabão.

Papel e caneta na mão

Se você achava que sabia tudo sobre a melhor forma de lavar suas roupas, fique atento. Papel e caneta na mão, porque as dicas a seguir podem deixar muitas donas de casa de queixo caído.

  • As roupas de festa, como vestidos, devem ser guardadas em cabides, para não serem marcadas. Em alguns casos, as dobras causadas pelo armazenamento em gavetas saem apenas depois que a peça for lavada.
  • Para retirar manchas de vinho tinto, pode-se deixar o local manchado de molho em vinho branco. A mancha não sai imediatamente, mas esse procedimento facilita a remoção da sujeira na lavagem.
  • Caso um pedaço de chiclete agarre em sua roupa bem na hora da festa, não se desespere. Depois de tirar o excesso, você deve passar gelo no local, para que o chiclete endureça e saia da fibra com mais facilidade.
  • Para as pessoas que gostam de pratos orientais, o molho shoyo pode ser o grande inimigo da sua roupa. Mas quando ocorrer esse incidente, o melhor a fazer é pegar um pouco de gengibre e passar na mancha. A planta ajuda a retirar a gordura do molho shoyo.
  • Roupas de lã devem ser guardadas em sacos plásticos para evitar as famosas bolinhas, além de deixar o tecido livre da poeira.
  • Tecidos que sejam bordados com paetê podem ser lavados com água, detergente neutro e um pouco de álcool. O álcool ajuda a tirar a gordura e deixa o paetê mais brilhante.
  • Muitos vestidos são perdidos por causa da barra, a parte que mais suja. Por isso, o vestido deve ser lavado por igual. Não é recomendado lavar apenas a barra, para que a peça desgaste por igual.
  • Em lavagem de roupas com cores cítricas, uma pitada de sal pode ajudar a manter as cores mais vivas.
  • Nunca deixe roupa de molho por mais de seis horas, mesmo que a água seja trocada.

 

Postado por Lílian Almeida
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Um comentário para “Cuidados com as roupas de festa”

  1. 1. online Disse:
    necessario verificar:)

Escreva um Comentário

Current month ye@r day *